Como aparecer no Google

Técnicas boas e ruins para ser encontrado nas buscas pelo Google.

Dicas    30 de JUNHO de 2015  
  Marco Fontaneti    1674





Aparecer na primeira página dos resultados de busca do Google tornou-se o desejo número um de muitos empresários. Afinal, todos sabemos da importância e eficácia de ser encontrado por seu cliente bem na hora em que ele está procurando seu produto ou serviço.

Tenho visto, porém, uma corrida maluca. Na ânsia de obter o retorno que uma boa colocação nas páginas de busca traz para seu negócio, alguns empresários (e suas agências, digitais ou não) têm feito de tudo e a qualquer custo, causando a desqualificação de seu site perante o buscador e os possíveis clientes.

O problema ocorre de duas formas.

O Google pode baixar a classificação do seu site

Fazer black hat SEO, ou seja, usar técnicas sujas de otimização, não funciona por muito tempo. Repetir   palavras-chave exageradamente, forjar textos e links, trocar links, utilizar link farms, editar meta tags que não  condizem com o conteúdo do site, duplicar páginas e conteúdo visando apenas os resultados de busca… Tudo isso, pode até funcionar (ou ter funcionado) por um tempo, mas o Google está sempre atualizando seus algoritimos para não cair nessa jogada e, mais que isso, punir tais sites, excluindo-os dos resultados de busca.

Dois motivos para o Google fazer isto. Primeiro, entregar conteúdo de qualidade para quem busca é essencial para a sobrevivência deles como negócio. Segundo, fazendo assim, ou você investe tempo e dinheiro para produzir conteúdo de qualidade, bem organizado, com boa navegação ou então vai aparecer de outra forma, anunciando do Google Adwords, o que também é bom para eles.

O seu cliente não vai gostar de você

Imaginemos porém, que você apareça em primeiro lugar na busca do Google e que um provável cliente clique e entre em seu site. O que ele vê lá? Um texto legível e agradável, que o informa bem e o ajuda a decidir pela compra? Ou um texto feito para robôs de busca, sem sentido, repetitivo, cheio de links que não levam a nada que agregue valor e informação?

Você tem que fazer o site para o seu cliente, não para o Google. Pois se seu site for de interesse para o cliente, a tendência é que o Google o valorize. Por isso é que se diz “escreva pensando no seu público e o Google fará o resto”.

Então, o que fazer para aparecer no Google?

O ideal mesmo é investir em produção ou curadoria de conteúdo web de qualidade e atualizar seu site com frequência. (Tudo isso, claro, com uma boa e constante otimização SEO.) O resultado pode até demorar um pouco mais, mas o retorno será maior e sustentável. Como se diz: na web, conteúdo é rei.

[Texto escrito por Marco Fontaneti, consultor da Pratza Websites, publicado em 30/06/2015, atualizado em 26/01/2021.]




Gostou? Veja mais artigos da categoria Dicas
ou sobre SEOMarketing de BuscaMarketing de ConteúdoMarketing DigitalOtimização SEOTudo Sobre SitesWebsites




pratza

Especialista em Sites,
desde 2008.


Mais que um fornecedor,
um Parceiro de Negócios.


Como podemos ajudar?

2008-2021 pratza ,
13 anos desenvolvendo e gerenciando sites.